4 de dezembro de 2015

Crítica: Arakawa Under the Bridge

Arakawa Under the Bridge Crítica
Gênero(s): Comédia, Romance
Demografia: Seinen
Estúdio: Shaft
Ano(s): 2010
No. de Episódios: 13


*** (Merece Ser Assistido)

Arakawa Under the Bridge é, essencialmente e eficientemente, um anime de comédia. Preciso frisar sua melhor qualidade: eficiência. Como seria de se esperar em uma comédia pura, não existem grandes reviravoltas na história, não encontramos desenvolvimentos espetaculares na psicologia dos personagens, sua vida não irá mudar depois de passar por alguma maravilhosa e profunda experiência artística, porém, e aqui deixo um porém bem forte, você irá se envolver completamente com as cenas um tanto quanto efusivas que são muito bem colocadas em seu devido tempo e quantidade.

Esse é, sem dúvida alguma, um dos animes em que mais dei risada enquanto assistia. Chorei de rir em vários momentos.

Arakawa traz em seu enredo algumas peculiaridades misturadas com um humor japonês um tanto quanto "tradicional", pelo menos se tratando do mundo dos animes. Os personagens se encaixam bem e sempre têm algo a acrescentar ao "caos pastelão" da atmosfera da obra.

O personagem principal é Kou Ichinomiya, um jovem sofisticado e predestinado a herdar toda a fortuna de sua poderosa família que tem o lema implacável de "Nunca dever nada a ninguém". Toda a história começa quando Kou cai de uma ponte e uma moça estranha chamado Nino salva sua vida. Claro, ele precisa manter o legado de sua família e não poderia dever sua vida à Nino, então ele pergunta o que ela quer em troca para que ele não a deva mais nada, ela pede então que ele seja seu namorado e que more com ela. Acontece que ela mora embaixo da ponte. O jovem rico se muda para debaixo da ponte para namorar uma espécie de hippie, ganha o apelido de Riku e daí pra frente são somente gargalhadas.
Arakawa Under the Bridge Crítica
O humor pastelão de Arakawa pode ser considerado de certa forma infantil em alguns momentos, mas eles conseguem em meio a tudo isso fazer várias criticas sociais, religiosas e políticas bastante claras e apropriadas.

Uma coisa que gosto bastante também no anime é que todos os episódios começam com um monólogo bem interessante do Riku com reflexões extremamente válidas e a partir disso a história se desenvolve. Vou compartilhar com vocês um desses monólogos que acho sensacional (esse é do segundo episódio da série): "Se o coração do homem fosse um mar, suas águas seriam pacíficas. Se déssemos um nome às ondas que perturbam sua superfície, elas poderiam ser a "raiva", ou a "alegria"... Não! Essas palavras são muito superficiais para descrever o mar. Para descobrir o que jaz nas profundezas, o homem deve abrir bem seus olhos e enxergar muito além do óbvio, para continuar descendo através da água fria e pesada, para conhecer a si, mesmo que não haja um leito."

Enfim, Arakawa Under the Bridge é extremamente engraçado, com reflexões intrínsecas ao tradicional humor oriental cheio de criticas bem direcionadas. Definitivamente não é um anime essencial, mas que vale a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário